A REALIDADE ENTRE AS PALAVRAS DA BIBLIA

Padre Ivanildo Teixeira Vieira | Setembro 2020

Querido povo de Deus,

Neste mês de Setembro, mês bonito, mês das flores, a natureza nos saúda louvando o Criador e nos convida a render graças ao Senhor por tantas maravilhas. A Igreja, no Brasil, dedica este mês à Bíblia, portanto, estamos no mês da Bíblia, convocados a não deixar passar nenhum dia sem a Palavra de Deus.

 

Existe uma música que começa assim: "Toda Bíblia é comunicação de um Deus amor, de um Deus irmão, é feliz quem crê na revelação, quem tem Deus no coração". A Bíblia conta a história da experiência de fé de um povo que tem Deus por seu Senhor. Assim devemos ver a Bíblia, pois, com esta concepção, passaremos a ter uma fé menos ingênua e mais madura.

 

Muitos de nós têm a ilusão de que conhece a Bíblia, por ter contato com ela todos os dias. Pensam que o conhecimento se dá pela leitura e, pior, fazendo uma leitura fundamentalista. Mas, o que é uma leitura fundamentalista?

 

Uma leitura fundamentalista é aquela que fazemos no chamado "ao pé da letra", entendida exatamente como está escrito. Por exemplo: Há uma passagem no livro de Gênesis, no episódio da Arca de Noé, na qual diz que Deus se arrependeu de ter castigado o povo. Ora, quem se arrepende, reconhece que errou. Numa leitura fundamentalista, você afirma que Deus se arrependeu e não percebe que tal afirmação revela uma falha de Deus. Deus é infalível, é um Ser Perfeito, impossível Deus errar.

 

Assim sendo, devemos entender que, muitas vezes, o catequista que escreveu tal passagem coloca em Deus formas humanas, o que não corresponde à realidade. A Bíblia é um livro, mas não é um livro qualquer. Trata-se de um livro sagrado e, portanto, precisa ter sobre ele um olhar duplo, ou seja, um olho na Bíblia e outro na vida.

 

Não é por que trata-se de um livro sagrado que devemos fazer sempre uma leitura espiritualista da Bíblia. Para melhor compreensão, precisamos fazer primeiro uma leitura materialista da Bíblia. Só num segundo momento é que comporta a leitura espiritualista. Geralmente, fazemos o contrário e, dessa forma, acabamos compreendendo mal a mensagem que o autor quer transmitir.

 

Enfim, para conhecer a Bíblia, é preciso recorrer a outras fontes. Para isso, é preciso estudar, buscar formação. Temos várias oportunidades em nossa Igreja de Belo Horizonte. Uma delas é o curso de Teologia para Leigos. Pense, reflita e decida!